[ editar artigo]

PEDRO E SUAS PESCARIAS INIMAGINÁVEIS

PEDRO E SUAS PESCARIAS INIMAGINÁVEIS

 

"E disse-lhes: Vinde após mim, e eu vos farei pescadores de homens." (Mateus 4:19)

Quando imaginamos este versículo, uma das possibilidades é vir a nossa mente a imagem de um homem com uma vara de pescar, com a isca no anzol, esperando que um peixe (de preferência dos grandes) morda e seja fisgado. Mas devemos lembrar que no contexto da passagem, a pescaria era feita com redes e não com varas.

“Dessa vez, as redes ficaram tão cheias de peixes que começaram a se rasgar.” (Lucas‬ ‭5:6‬)

Em Lucas 5, com uma narrativa mais detalhada do chamado de Pedro, vemos um homem que trabalhou arduamente e não conseguiu pescar nada, mas através da ação sobrenatural de Deus alcança um resultado inimaginável. Esta mesma cena, acontece com Pedro no início do Livro de Atos, mas dessa vez ele não está pescando peixes, agora ele pesca gente:

“Os que acreditaram nas palavras de Pedro foram batizados, e naquele dia houve um acréscimo de cerca de três mil pessoas.” (Atos‬ ‭2:41‬)

Pedro foi um homem simples, que por muito tempo tentou fazer as coisas na sua própria força, incluindo prometer a Jesus ir até o fim ao segui-lo antes da crucificação, mas que depois entendeu que a única coisa que precisa é amar a Jesus, render-se completamente a Ele e obedecê-lo, o resultado é o próprio Deus quem dá, e nesse caso, também pode ser inimaginável.

Movimentos de Multiplicação de Discípulos (DMM)

Ler conteúdo completo
Indicados para você